Sobre torresmos e saudade

Torresmo e saudade são duas palavras de difícil tradução. Tente falar em outra língua “estou com saudades de comer torresmo”. Em inglês, pelo que pesquisei, o torresmo vira pork rinds. Mas, fala sério, digita esse nome no Google e veja as imagens. Aquilo não é torresmo, é um baconzitos mal acabado!

Uma vez meu pai disse que ia ensinar pra gente sua receita de torresmo. Até hoje, o mais perfeito que já experimentei. Conversa vai, cerveja vem, ele lá explicando a receita, passo a passo, na cozinha de casa. Um momento de distração, ele vai até a sala, volta com um copinho de algum ingrediente escondido na mão e joga sorrateiramente na panela.

De relance eu vi aquela cena e dei o grito: “Olha lá, ele jogou alguma coisa na panela do torresmo e não contou pra gente!”  Nesse momento, meu pai se acabou de tanto rir. Um pequeno sinal de que a receita ficaria mesmo só com ele e de que a aula de culinária era só uma desculpa pra gente se encontrar.

Como já escreveu o poeta Mario Quintana, “o tempo não pára, só a saudade é que faz as coisas pararem no tempo”.

Então deixo com vocês a foto do torresmo sem tradução (e sem receita). Se você já experimentou um torresmo assim, vai saber do que estou falando. Caso contrário, vai descobrir porque é tão difícil entender o significado da palavra saudade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

One Response to "Sobre torresmos e saudade"

  • Oi Tia Guza,
    Não só já comi como também conheço o significado da palavra saudade… Igual a esse do seu pai, infelizmente, nunca mais. Um beijo grande!

    1 Renata Vidigal said this (4 de julho de 2011 at 12:28)


Deixe uma resposta

Comments RSS Subscribe to the Comments RSS.
Trackback Leave a trackback from your site.
Trackback URL: http://www.tomateconfit.com.br/wp-trackback.php?p=421