Gratin de Legumes à Picinguaba



Antes de falar sobre a receita que deu origem à foto acima, quero abrir um parêntese para contar um pouco sobre a Picinguaba, um lugar encantador no litoral norte de São Paulo, na verdade quase no Rio de Janeiro. 

Chegamos até lá atraídos pela Pousada Picinguaba, um lugar único. Uma casa de fazenda encravada num morro entre a Mata Atlântica…

  

… e o Oceano Atlântico…

Aviso prévio para quem já pensou em fazer as malas só de ver as fotos: não dá pra chegar de carro até a pousada (um funcionário vem te receber na praia e levar suas malas). Os quartos são pequenos, não têm televisão, nem frigobar. Não pega celular (oba!), não tem internet (bom também!). E o jantar, incluído na diária, é servido pontualmente às 20 horas (ótimo para quem quer descansar).  E último detalhe: as diárias não são nada em conta, no site as tarifas estão a partir de 670 reais a diária (!!!).

Todos estes pontos podem afugentar algumas pessoas, mas na minha opinião é esse isolamento que torna o lugar um óasis de tranquilidade e descanso, um verdadeiro refúgio do mundo lá fora, o “nosso” planeta Picinguaba.  Somente o preço, é claro, não é um atrativo (o que nesse caso não contou muito, porque eu ganhei essa viagem em um sorteio!).


Acima, o jantar da Pousada Picinguaba. Poucas opções, comida simples, mas muito bem feita, caseira e saborosa, e salada orgânica diretamente da horta cultivada na pousada.
 

Aos sábados, quando o tempo permite, o jantar é servido na área da piscina: peixe e frutos do mar na brasa.


Até debaixo de chuva, a visão das janelas da pousada é paradisíaca.


Não tem tv nem internet? Tudo bem, os funcionários da pousada são tão amáveis que pesquisaram o resultado do campeonato brasileiro, fizeram um boletim no estilo PicinNews e deixaram debaixo da nossa porta com os resultados dos jogos, para alegria do marido que já estava aflito querendo saber a quantas andava o seu Atlético mineiro.  

Agora vamos ao gratinado de legumes que deu origem ao post:  experimentamos esse gratinado de legumes em um dos jantares da Picinguaba. E o pessoal, amavelmente, nos enviou essa receita.  Ao final eu coloco minhas observações:



Gratin à Picinguaba

Cenoura, batata abobrinha, brócolis (cozidos “al dente” em água e sal).
Para o creme:
1\2 litro de leite
2 colheres (sopa) de manteiga
5 colheres de farinha de trigo
1 pitada de sal
1 lata de creme de leite sem soro
1 cebola picada

Doure a cebola na manteiga, coloque o leite, a farinha de trigo e o sal e mexa até virar um mingau. Tire do fogo e misture o creme de leite. Coloque sobre os legumes e rale bastante parmesão (de preferência, use o parmesão ralado na hora e não o de saquinho!). Leve para gratinar.

Toque do Tomate Confit: misturei parmesão também no creme. Usei chuchu ao invés de abobrinha.  E acrescentei cenoura amarela (batata baroa). Um pouco de noz moscada também cai super bem para temperar o molho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

No Comments (yet)

Deixe uma resposta

Comments RSS Subscribe to the Comments RSS.
Trackback Leave a trackback from your site.
Trackback URL: http://www.tomateconfit.com.br/wp-trackback.php?p=350